Existe um provérbio africano que diz: “Se quiser ir rápido, vá sozinho; se quiser ir longe, vá acompanhado”.

Ao longo dos últimos anos, o Tempo da Criação cresceu exponencialmente à medida que cristãos em todo o mundo decidiram caminhar juntos. Somos todos peregrinos nesta vida e compartilhamos uma casa comum, que se encontra sob enorme ameaça. Assim, durante o Tempo da Criação, nós cristãos dedicamos o período de 1º de setembro a 4 de outubro para orar e agir pela criação em parceria uns com os outros.

A carta conjunta de líderes religiosos, que inclui o arcebispo Justin Welby, nos convida a: “celebrar a boa dádiva da criação… e tomar medidas ousadas para preservar a boa dádiva que partilhamos”. A percepção das enormes ameaças à nossa casa comum tem aumentado, as mudanças climáticas estão sobrecarregando os padrões climáticos, nós estamos sendo assolados por secas e inundações, e os oceanos estão poluídos com plásticos.

O Tempo da Criação teve início em 1º de setembro, o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, quando houve um serviço de oração ecumênico na cidade de Assis. O arcebispo Bernard Ntahoturi do Centro Anglicano de Roma foi um dos representantes da Comunhão Anglicana.

Durante o Tempo da Criação, celebramos a dádiva da criação por meio das Escrituras, de música, dança e arte, além de passarmos tempo com a Criação, mas também somos desafiados a agir. Entre as ações que as Igrejas se comprometem a realizar, incluem-se o plantio de árvores, instalações de painéis solares, criação de jardins orgânicos, redução drástica do consumo de água, adoção de uma dieta natural, não utilização de plásticos descartáveis e muitas outras. As duas principais ações das quais participar são o evento “Una-se pelo clima”, em 8 de setembro, e a limpeza de praias e rios em 15 de setembro.

Diversos materiais estão disponíveis no site seasonofcreation.org em diferentes idiomas. Um dos destaques foi ver os quatro países lusófonos (falantes de português) – Angola, Moçambique, Portugal e Brasil – se unirem para compartilharem materiais. Estes estão disponíveis no site Green Anglicans. Convidamos todos a planejar eventos conjuntos; e você pode registrar o seu para que pessoas de outras denominações possam se unir a você – seasonofcreation.org/pt.

É muito inspirador ver como diversas denominações se uniram para promover o Tempo da Criação. Inicialmente, a Rede Ambiental da Comunhão Anglicana (ACEN) uniu forças com o Movimento Católico Global pelo Clima (MCGC), o Conselho Mundial de Igrejas, a Christian Aid e a Act Alliance. Este ano, a Federação Luterana Mundial, A Rocha e a Aliança Evangélica Mundial juntaram-se a nós.

Portanto, neste Tempo da Criação, decidimos caminhar como Jesus e ter comunhão com nossos irmãos e irmãs ao longo do caminho. Unidos como peregrinos, nós temos a oportunidade de despertar para maravilha e beleza da própria vida e nos comprometer a proteger toda a cadeia de vida.

Por que você não compartilha suas ações nas redes sociais usando a hashtag #tempodacriação?

A Reverenda Dra. Rachel Mash é coordenadora ambiental da Igreja Anglicana da África Austral

Bênção da peregrinação

Querido peregrino,

Ao adentrar na aridez da terra e de seu coração…

Que possas experimentar a graça abundante da presença de Deus!

Que possas ser tão plenamente imerso no amor de Deus que aprendas a se lançar!

Que possas se envolver profunda e radicalmente com o mundo natural

como guardião, co-criador e amigo!

Que possas beber da fonte divina, o rio da água da vida!

E que possas ser transformado, que as águas estagnadas de teu espírito comecem a fluir

e que tudo o que esteja morto em ti volte à vida!

Deus se faz presente aqui. O rio aguarda. Que a aventura comece.

Amém.

(Kairos Earth)

  • A Rede Ambiental da Comunhão Anglicana tem diversos recursos para o Tempo da Criação. Clique aqui para vê-los.