foto por Sean MacEntee

Centenas de católicos se reuniram na segunda-feira para aprender como a família ecumênica global pode cuidar melhor da nossa casa comum neste Tempo da Criação, um mês de oração e ação para proteger toda a criação, do dia 1 de setembro a 4 de outubro.

Um painel internacional de especialistas ministrou uma discussão de 90 minutos, moderada pelo Rev. Dr. Chad Rimmer, Diretor Executivo da Federação Luterana Mundial, e pelo Rev. Dr. Dave Bookless, Diretor de Teologia em A Rocha, uma organização cristã de conservação da natureza.

Rimmer iniciou a discussão com uma oração que lembrou a todos os participantes sobre a necessidade de passar a celebração de um mês reparando e restaurando nossos relacionamentos uns com os outros e com a criação.

“Atualmente, nossa vida empurra o planeta além de seus limites. Nossas demandas por crescimento e nosso ciclo interminável de produção e consumo estão esgotando o mundo. . . Não permitimos que a terra ganhasse seu sábado, e a Terra está lutando para ser renovada,” Rimmer disse.

O painel foi composto por especialistas internacionais em teologia e cuidados com a criação:

  • Pe. Joshtrom Kureethadam, o coordenador do setor de ecologia e criação no Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral do Vaticano;
  • Ruth Padilla DeBorst da Fraternidade Teológica da América Latina;
  • Martin Kopp, Presidente da Comissão de Ecologia e Justiça Climática da Federação Protestante Francesa;
  • Ruth Valerio, Diretor Global de Advocacia e Influência da Tearfund, uma instituição de caridade cristã que trabalha para acabar com a pobreza global;
  • Rei Crizaldo do Miqueias Global, uma rede cristã de organizações e indivíduos.

Kureethadam disse que os cristãos deveriam usar o Tempo da Criação para “reconhecer nossos pecados, nossos pecados com a terra e a criação e nossos pecados com nossos irmãos e irmãs”.

Padilla DeBorst contou sobre a “Casa Adobe,” a comunidade cristã intencional à qual ela e o marido pertencem na Costa Rica, onde aprendem a viver para que “todas as formas de vida possam florescer”.

Kopp desafiou os participantes do webinário com a ideia de uma “reforma verde” no cristianismo, baseado em 9,5 teses. Valerio incentivou todos a pressionar nossos governos e empresas por uma “recuperação econômica verde” socialmente justa e ambientalmente sustentável.

Crizaldo exortou todos os cristãos a usar esse tempo para “desacelerar” e pensar em como nossas vidas diárias afetam a criação.

Você pode assistir o webinário completo aqui no YouTube. Mais informações sobre o Tempo da Criação se encontram aqui.