O Tempo da Criação é um tempo para corrigir as injustiças

Todo ano, organizações cristãs celebram o Natal. Todos os anos, no domingo de Páscoa, nos alegramos pela ressurreição de Jesus. Sete semanas depois, organizações cristãs em todo o mundo passam um tempo refletindo durante o tempo de Pentecostes.

É o que as organizações cristãs fazem: se reúnem para se encantar e honrar as muitas celebrações que marcam o calendário cristão. Faz parte de quem somos e faz parte da nossa fé.

As organizações cristãs de todo o mundo também estão comemorando o Tempo da Criação, a celebração anual de oração e ação para a nossa casa comum. Começa em 1 de setembro, o Dia de Oração pela Criação, e termina em 4 de outubro, a solenidade de São Francisco de Assis, o santo padroeiro da ecologia.

Participe da celebração: torne-se agora um parceiro do Tempo da Criação

O Tempo da Criação é uma iniciativa ecumênica que é celebrada desde 1989. Durante décadas os cristãos do mundo todo se reconciliaram com o nosso Criador durante esse tempo anual.

O Patriarca Ecumênico Dimitrios I, para os ortodoxos, proclamou em 1º de setembro um dia de oração pela criação em 1989. De fato, o ano da igreja ortodoxa começa naquele dia com uma comemoração de como Deus criou o mundo.

Outras grandes igrejas cristãs europeias abraçaram o dia em 2001, e o Papa Francisco incluiu para a Igreja Católica Romana em 2015.

Junte-se a organizações cristãs do mundo inteiro nesse tempo de reconciliação com o nosso Criador

Centenas de comunidades de outras denominações cristãs também participam do Tempo da Criação, que é apoiada pelo Conselho Mundial de Igrejas, Conselho Mundial Luterano e muitos, muitos outros. Uma lista completa de parceiros se encontra aqui.

Em um webinário recente, o Rev. Dr. Chad Rimmer, da Lutheran World Relief, desafiou organizações e indivíduos a repensarem seu relacionamento com a criação.

Atualmente, nossa vida empurra o planeta além de seus limites. Nossas demandas por crescimento e nosso ciclo interminável de produção e consumo estão esgotando o mundo. . . Não permitimos que a terra ganhasse seu sábado, e a Terra está lutando para ser renovada,” Rimmer disse.

Na perspectiva católica, o Papa Francisco usou palavras fortes ano passado para convidar todos os católicos a participarem. “Este é o tempo para voltar a habituarmo-nos a rezar imersos na natureza  . . . para refletir sobre os nossos estilos de vida . . . é o tempo de empreender ações proféticas . . . que orientem o planeta para a vida, em vez de o lançar para a morte.”

Este ano, o responsável principal de direitos humanos no Vaticano, Dom Bruno-Marie Duffé, escreveu uma carta que ecoa o convite do Papa Francisco e lançou o Ano Especial de Aniversário da Laudato Si’, a encíclica do Papa Francisco sobre mudança climática e ecologia.

Dom Duffé exortou os católicos a “crescer cada vez mais em solidariedade” e a trabalhar para “reparar os laços que nós rompemos” durante o Tempo da Criação.

Comprometa-se com a criação: inscreva hoje a sua organização como parceira do Tempo da Criação